sexta-feira, 9 de janeiro de 2009

Texto sem noção[4] Não sei se vou ou se fico...

_Bom dia!
_Oba! e aí?!Tudo certo?
_Tudo bem.
_Tá fazendo o que?
_Tava aqui olhando pra "ele".
_Vai dizer que "Ele" está em duvida outra vez?
_Tá, pra variar...
_Sobre o mesmo assunto?
_É.
_O que será que vai rolar desta vez?
_Acho que deve arriscar...
_Sei não cara, parece muito alto.
_Que nada."Ele" tira de letra.
_Não é bem assim rapaz...
_Por que não?
_Porque é fundo,não tem segurança, pode machucar e tal...
E ainda por cima tô vendo umas pedras ali embaixo também.
_Tá, eu sei que é arriscado. Mas a vida é assim mesmo, tem que ter coragem.
_Sei não...acho melhor ele ficar na dele e deixar quieto.
_Como ele sempre fez?
_Ele só pulou quando tinha certeza que estava tudo bem.
_É..E não curtiu nada,nunca arriscou. Ou seja, uma merda.
_Vive pela metade mas vive. É o que sempre digo.
_Vive infeliz você quer dizer!É isso não tá certo...um cara tão novo.
_Ainda acho melhor a cautela...
_As pessoas não podem viver só de certezas. Cadê a graça das coisas?O novo, o inesperado...
_Sei lá!Essa coragem deve genética e não é todo mundo que tem, deve ser isso.
_Sei não, ele sabe o que tem que fazer e mesmo assim hesita.
_Deixa o cara!Ele sabe decidir.
_Sabe nada, vai passar pela vida sem saber o que é viver.
_Se for melhor pra ele...
_Putz, será que ele vai demorar muito para decidir?Tô de saco cheio.
_Isso é, "se" ele decidir. Do jeito que está vai viver com essa duvida pra sempre.
_Fico triste por ele.
_Eu não, ele escolheu ser assim.
_Eita, você devia incentiva-lo!
_Humpf!
_Vamos lá, só uma forcinha...custa nada.
_Tá, vamos, assim você para de me encher.
_Êêêêê.
_Ei cara!Pula!
_É, vai na fé!Se joga!Deixa de frescura.
_De cabeça caralho!Sem medo porra!
_Vai, vai...
_Vai, vai...
_Foi!!!!!!
_Aê. Finalmente.
_Cara, fiquei até aliviado.
_Quer saber, eu também, esse lance é legal.
_Bem que eu falei.
_Sei que pode até não dar certo pra ele, mas...
_Mas ele arriscou!Não vai passar em branco nessa vida.
_É isso aí!Ele tentou.
_Até porque essa "figura" que ele tá investindo é casada.
_É aquela que o marido é policial?
_Essa mesma.
_É, pode ter certeza que a dúvida vai voltar.
_Se voltar "ele" segue o instinto de "pegador", de macho alfa!
_E vai entrar num dilema ético, peso na consciência, pecado...
_Isso é só depois, semana que vem deve ter mais.
_Então eu vou nessa.
_Vai, abração parceiro.
_Outro meu chapa.

*Agora você sabe o que acontece quando seu instinto fica amigo da sua consciência.

Sem revisão.

3 comentários:

Janaina M disse...

Conciência / Instinto - Eis aí duas criaturas que vivem num só lugar, dentro de nós! Difícil decisão né?! Fala sério: "Não dÊ aos outros o que não quer pra si..." e "Quem não joga, não ganha..." CADA UM ESCOLHA SEU DITADO PREDILETO.

Ana P. disse...

Eu não teria esse problema, afinal, minha consciência e meu instinto são a mesmíssima pessoa.


Logo, sou cautelosa DEMAIS em tudo o que faço. ¬¬

constance. disse...

eu acho que preferia continuar não sabendo. Parece até que fiquei mais confusa! Hahahahaha...